Feira do Bairro Amazonas terá evento gastronômico para celebrar os 59 anos PDF Imprimir E-mail
Sex, 08 de Novembro de 2019 17:23

Uma feira regional onde se encontra de tudo. Comidas típicas, artesanato, hortifruti, roupas para crianças e adultos, calçados, eletrônicos, produtos de beleza, brinquedos, bolsas, bijuterias, acessórios, enfeites, e até mesmo, aquele vinil bem antigo, coisa rara de encontrar hoje em dia. Também tem roda de capoeira, música, e duas praças de alimentação com deliciosas opções. Toda essa variedade tem na Feira do Bairro Amazonas, que completou 59 anos e, no próximo dia 6 de dezembro (sexta-feira), será realizado um evento gastronômico, o "Comida de Feira", para celebrar essa data na cidade, a partir das 18h. O evento contará com as barracas de alimentação e música ao vivo. A entrada é livre.
A Feira do Bairro Amazonas é tombada pelo patrimônio histórico e funciona todo domingo, das 6h às 15h30, ao longo de 800 metros da Avenida Alvarenga Peixoto, na Regional Industrial. Cerca de 600 barracas variadas são visitadas a cada domingo por cerca de 6 mil pessoas de todas as regiões de Contagem e cidades vizinhas.
Segundo o gerente da Feira do Bairro Amazonas, Luiz Carlos de Araújo, a característica marcante é de uma feira popular e regional. "Essa feira nasceu na década de 1960 quando pequenos produtores se reuniram para comercializar seus produtos e com crescimento da região a feira foi se expandindo. Hoje, ela é bem tradicional na cidade e vem recebendo melhorias constantes por parte da Prefeitura. Um bom exemplo é contar com fiscalização constante, Vigilância Sanitária, Guarda Civil e Transcon todos os domingos", disse.
Dona Conceição Cândida da Fonseca tem 70 anos e desde a década de 1970 expõe na Feira do Bairro Amazonas todos os domingos. Boa parte da história de sua vida se passou ali, quando ainda bem jovem, ela começou a costurar e a vender roupas e artigos para bebês até 2 anos e assim continua até hoje. "Nesta feira eu criei quatro filhos. Tirei o sustento da minha casa aqui. Fiz muitas amizades e uma boa clientela. Graças a Deus, nós vencemos, conseguimos comprar um lote e construir nossa casa, hoje eu já sou avó e com muito orgulho continuo firme forte com a ajuda da minha filha aqui. Amo essa Feira e sou muito feliz, pois melhora a cada dia.", disse.