Após a urbanização, o convite para que a população ajude a cuidar da cidade PDF Imprimir E-mail
Ter, 08 de Outubro de 2019 19:35

Con­ta­gem se trans­for­mou em um can­tei­ro de obras de infraes­tru­tu­ra urba­na e mobi­li­da­de, com inves­ti­men­to recor­de na his­tó­ria do Muni­cí­pio, que supe­ra R$ 1,2 ­bilhão. A pro­pos­ta da Pre­fei­tu­ra é dar mais qua­li­da­de de vida à popu­la­ção, aten­den­do ­anseios his­tó­ri­cos. Para­le­la­men­te às inter­ven­ções, é pre­ci­so criar nas pes­soas o sen­ti­men­to de per­ten­ci­men­to. Para isso, o "Movi­men­to Trans­for­mar Con­ta­gem" foi a campo ava­liar as obras e criar pro­je­tos per­ma­nen­tes de cons­cien­ti­za­ção dos mora­do­res.
Coor­de­na­do­ra-geral do "Trans­for­mar Con­ta­gem", a pri­mei­ra-dama Lucia­na de Frei­tas visi­tou inter­ven­ções do pro­gra­ma "Obra na rua - É rápi­da, é sua" no cór­re­go pica-pau e Vila dos Por­cos (na regio­nal Eldo­ra­do), Vila Ria­chi­nho (Sede) e ave­ni­da Cam­pi­na Gran­de (Nacio­nal). Tam­bém vis­to­riou a 1ª Esco­la em Tempo Inte­gral de Con­ta­gem, em fase de aca­ba­men­to no bair­ro Arvo­re­do (regio­nal Res­sa­ca), que vai aten­der a par­tir de feve­rei­ro de 2020 mais de 2 mil alu­nos. Parte das visi­tas foi acom­pa­nha­da pelo pre­fei­to Alex de Frei­tas.
A pri­mei­ra-dama tem papel fun­da­men­tal na atual ges­tão muni­ci­pal, con­tri­buin­do efe­ti­va­men­te nas deci­sões e implan­ta­ção de polí­ti­cas públi­cas da cida­de. Ela desem­pe­nha fun­ção na área ­social, que prio­ri­za o bem-estar cole­ti­vo. O "Trans­for­mar Con­ta­gem" lan­çou um apli­ca­ti­vo para conec­tar pes­soas em torno de uma cor­ren­te do bem.
"Nosso pro­je­to tem o intui­to de criar elos e gerar um enga­ja­men­to entre quem pode aju­dar e quem pre­ci­sa de ajuda. É um movi­men­to em favor do sen­ti­men­to de soli­da­rie­da­de, para conec­tar dife­ren­tes seto­res da socie­da­de. Por isso, resol­ve­mos visi­tar os ­locais que estão rece­ben­do as melho­rias rei­vin­di­ca­das há anos e iden­ti­fi­car as neces­si­da­des para desen­vol­ver­mos um tra­ba­lho efe­ti­vo com a popu­la­ção, para que todos ­tenham orgu­lho e cons­ciên­cia de que é pre­ci­so cui­dar e fis­ca­li­zar as melho­rias que estão sendo fei­tas", des­ta­ca Lucia­na Braga.