"Rei de Copas": Pedra Azul conquista pela quarta vez a Copa Bigode PDF Imprimir E-mail
Qua, 20 de Março de 2019 13:55

A Copa Bigo­de 2019, maior festa do fute­bol ama­dor da ­região do Nacio­nal, em Con­ta­gem, com a par­ti­ci­pa­ção de 24 times, ter­mi­nou no últi­mo domin­go (17/03), e foi ven­ci­da pelo "Rei de Copas", Pedra Azul, pois das cinco edi­ções o azul celes­te ven­ceu qua­tro.


O Pedra Azul bateu o União por 3 x 1, em jogo rea­li­za­do no campo do Ter­res­tre, na ­região do Nacio­nal, onde milha­res de tor­ce­do­res acom­pa­nha­ram a gran­de final.
Mais uma vez a festa do fute­bol ama­dor foi per­fei­ta. Dian­te de um bar­ran­co lota­do, com gran­de pre­sen­ça de famí­lias com crian­ças e mulhe­res, Pedra Azul e União fize­ram um jogo na bola, com muito res­pei­to de ambos os lados.
Como já é tra­di­cio­nal, no jogo de encer­ra­men­to da Copa, uma estru­tu­ra de som foi mon­ta­da e a par­ti­da nar­ra­da ao vivo pelo jor­na­lis­ta Lean­dro Gomes, o que deu ainda mais emo­ção ao espe­tá­cu­lo. A rádio Impe­ra­triz FM de Ribei­rão das Neves tam­bém mar­cou pre­sen­ça.
Com uma equi­pe que mes­clou juven­tu­de e expe­riên­cia, o Pedra Azul con­fir­mou o favo­ri­tis­mo e che­gou a abrir 2 x 0 na etapa ini­cial, gols mar­ca­dos por Alan e Mar­ce­li­nho. Na etapa com­ple­men­tar Hud­son aumen­tou para 3 x 0.  Ainda no segun­do tempo Car­li­to des­con­tou para o União, final, Pedra Azul 3 x1 União.
A festa dos joga­do­res e dos tor­ce­do­res teve iní­cio quan­do o árbi­tro api­tou o fim do jogo. Eles sol­ta­ram o grito de cam­peão da quin­ta edi­ção da Copa Bigo­de, que é orga­ni­za­da pelo Para­ná e tem o apoio do ex-verea­dor e advo­ga­do Obe­li­no.
Obe­li­no, um dos idea­li­za­do­res da Copa Bigo­de des­ta­ca o cres­ci­men­to da com­pe­ti­ção. "A gente nunca ima­gi­na­va que a Copa Bigo­de toma­ria essa dimen­são. Ela tem pri­mei­ra e segun­da divi­sões e nossa expec­ta­ti­va é melho­rá-la cada dia mais". O vice-pre­fei­to de Con­ta­gem, Wil­liam Bar­rei­ro fez ques­tão de pres­ti­giar a gran­de final. "A Copa Bigo­de serve de exem­plo para novas com­pe­ti­ções no muni­cí­pio. Ela é bem pla­ne­ja­da, tem o res­pei­to de todos, e acima de tudo, home­na­geia um dos  maio­res baluar­tes do fute­bol ama­dor, o sau­do­so Bigo­de".
Para­ná, um dos orga­ni­za­do­res da Copa Bigo­de, des­ta­cou a força da comu­ni­da­de espor­ti­va para o suces­so da Copa. "Quero aqui para­be­ni­zar os tor­ce­do­res, diri­gen­tes, atle­tas e comis­são orga­ni­za­do­ra da Copa. É muito baca­na, quan­do a pla­ne­ja­men­to se obtém êxito. Ver o campo do Ter­res­tre super­lo­ta­do de famí­lias intei­ras nos pres­ti­gian­do não tem preço".
Geral­do, cha­ma­do cari­nho­sa­men­te de boca mur­cha, pre­si­den­te do Pedra Azul, falou da impor­tân­cia da inte­ra­ção entre tor­ce­do­res, joga­do­res e dire­ção do clube. "O Pedra azul é isso que vocês estão vendo, uma famí­lia. A gente tra­ba­lha há anos para engran­de­cer o espor­te ama­dor da ­região e, a meu ver, esta­mos cum­prin­do bem esse papel". O mesmo sen­ti­men­to foi demons­tra­do por Bran­co, um dos diri­gen­tes do Pedra Azul. "Gra­ças a Deus, eu e me meu pai, o ­senhor Geral­do, das cinco copas que dis­pu­ta­mos, che­ga­mos nas qua­tro ­finais e ganha­mos as qua­tro. Nós agra­de­ce­mos a orga­ni­za­ção da Copa Bigo­de e aos nos­sos atle­tas. Dis­pu­tar uma Copa com 24 clu­bes e levan­ta o cane­co não á fácil".
Lean­dro, trei­na­dor do Pedra Azul era só agra­de­ci­men­to.  "Agra­de­ço pri­mei­ra­men­te à Deus, à famí­lia Pedra Azul, pois somos uma famí­lia. Um dos pon­tos for­tes é a nossa união e isso tem se refle­ti­do den­tro de campo".